se vira nos 30

Retrospectiva de 2018

giphy
Não sei se vale a pena fazer uma retrospectiva deste ano, foi tão bleh que dá vontade de passar reto.

Mas de qualquer forma até serve pra eu refrescar a minha memória.

Bom, o ano começou com péssimas notícias, virei estatística. Fiquei sem emprego depois de 7 anos e pouco. Foi chocante e triste.
Logo em seguida me inscrevi num curso de espanhol, para não gastar o $$ com bobagens. Organizei  muito bem a minha vida para não gastar de mais, e não fazer nada de útil. Foi um aprendizado.

Me cadastrei em diversos sites de vagas de empregos, mas não tive retorno. Foi bastante frustrante. De junho a setembro fui a uma entrevista real e fiz uma de 10 segundos via skype, mega frustrante.

No final de agosto e começo de setembro fiz uma viagem bastante animadora, já que em 10 anos de namoro, praticamente nunca fizemos uma viagem para mais longe. O roteiro foi meio inusitado: Monte Verde, São Thomé das Letras, Monte Verde e Maresias.

No final de setembro finalmente fui chamada para uma entrevista real. Eu nem tinha enviado meu currículo para a vaga, mas acabaram me chamando, isso foi bem interessante. Fiquei animada e passei na entrevista. Comecei a trabalhar no começo de outubro, foi estressante, pois eu não sabia como lidar com aquele tipo de exigências. Fiquei me sentindo muito mal. Depois de um tempinho, apesar de estar tudo entrando nos eixos, mesmo depois de ter ido trabalhar de sábado e ficado até tarde trabalhando, me dispensaram.

Ou seja, comecei e terminei esse ano desempregada. Péssimo.

Teve várias outras coisas aí no meio. Fiz um curso no Senac e também um de Revisão. Revi pessoas conhecidas e conheci novas pessoas. Além de ter tido Copa do mundo e o Brasil ter sido um fracasso, de novo, ainda teve eleição e muita briga por política.

Teve até rato dentro de casa, na páscoa. Rato da páscoa…kkkk

Meu irmão casou mas a notícia mais diferentona do ano foi, que em breve serei tia avó! É isso mesmo!

Então agora é correr atrás do prejuízo. Estou tentando umas oportunidades como revisora e tradutora freelancer.

Um ótimo 2019 para todos nós!

O barato sai caro?

Certamente quem inventou esse trocadilho deve ter sentido na pele o real significado do que acontece.

Outro dia eu estava com um problema de vazamento no banheiro. Não era um vazamento, apenas água pingando e isso já estava enchendo o saco. Pedi aos porteiros se podia me indicar algum profissional. Me deram um cartão. Liguei e marquei… fiquei esperando e nada do cara vir no dia marcado. Duas vezes, cansei. Não liguei mais. Mas queria resolver.

Aí perguntei novamente se o porteiro podia me indicar algum outro profissional. Eu já estava ficando apavorada em ter que solicitar serviços. Explico: tenho certa ansiedade só de usar o telefone. Sinceramente não gosto de “convidar” estranhos para a minha casa. Sei que parece doideira, enfim!

Arrumei o telefone de outro profissional e chamei. Ele veio, até porque ele está fazendo serviços aqui no prédio. O que, supostamente, facilita as coisas, e também porque deve ter algum tipo de referência.

Mostrei o problema e já aproveitei para mostrar outro probleminha que me incomoda há bastante tempo. Isso já corrobora o que falei antes, chamar algum estranho pra minha casa.

Como ainda não me “recoloquei” no mercado, fiquei com medinho do cara querer enfiar a faca. Aí falei pra ele que eu tinha que ver com meu marido, e que ia dar uma resposta. Ele me falou o valor, R$ 100, 00, valor bastante acessível. Claro que o material que usaria não estava incluso.

Vai pagar?

No dia marcado então ele veio, foi comprar o que precisava, apresentou as notas e ficou tudo certo. Ao final do serviço parecia tudo ótimo! Só que não 😦

Isso porque ele estava me falando que poderia fazer a troca dos canos daqui, já que estão bastante velhos, e isso realmente uma hora terei de fazer. Ele falou que certamente o preço dele seria o melhor. Comentei: não precisa ser o mais barato, mas precisa funcionar.

Pois é, não funcionou.. Aí pensei, tá tudo é velho aqui, o homem também não deixou secar, de qualquer modo liguei e ele voltou.

Novamente não ficou 100%. Aí liguei de novo e ele até veio. Resolveu o lance do tanque que estava vazando na junta do sifão que ele tinha trocado. Uma dor de cabeça a menos.

Mas no banheiro ainda pinga um pouco de água..tipo muito pouco, pois ele mexeu ontem e me disse que voltaria para olhar hoje novamente. Ok.

Além de ficar desde cedo esperando, tipo 8 da manhã, me senti muito besta. Esse profissional está fazendo uma obra aqui no prédio e pegou o meu serviço como sendo um bico. Tanto que ele sempre queria chegar mais cedo. Eu não me incomodo em acordar cedo, pois eu quero simplesmente que esse assunto seja resolvido.

Como eu não quero me estressar, vou deixar pra lá. Assim que possível eu vou contratar um profissional que não ache que precisa cobrar pouco para ser chamado.

Ah, mas com 100 reais você queria o que? Exatamente.. eu queria que me fosse cobrado o que é justo para resolver o problema.

Nesse caso o barato saiu caro, e nem resolveu meu problema. oremos para que nenhum outro problema apareça!

Férias

Férias frustradas eu diria…essa semana do feriado, peguei a semana toda pra eliminar os dias que ainda tenho do ano passado…aí achei que ia arrasar na “resolução” de algumas coisas tipo ir a alguns médicos… só que a médica que eu queria ir não ia atender essa semana :(. Também um médico que eu “esqueci” de marcar retorno antes de acabar a fórmula que eu tava tomando, não deu certo.. fiquei irada, mas fazer o que…agora só resta dar um jeito por aqui, já que nem com o namorado ficarei…  frustração total!!!

Resta então, comer e beber vinho… sozinha

Cheers e bom feriado!
wine.gif

I made this

Há uns 2, 3 anos atrás eu nunca imaginei que pudesse fazer isso:

Receita mega fácil que peguei aqui, como não tenho batedeira.. vai liquidificador mesmo e dá suuuper certo!

Já a cobertura tentei fazer a tal buttercream mas em vez de fazer com o açúcar de confeiteiro eu usei açúcar normal.. ficou açucarado.. ehehe, mas pelo menos usei para grudar os confeitos.