mundo virtual

Somos todos especialistas do fracasso?

Há pouco tempo vi que duas celebridades de internet, os novos famosos de hoje, iam lançar um livro como o título: O Coach do Foda-se.

Fui dar uma olhadinha no livro, lá na Amazon, e gente, só de ler a introdução, que é quântica, eu já consegui entender muito do que eles tentam dizer.

A primeira frase é muito clássica: se conselho fosse bom não era de de graça, aí um empreendedor sem empresa resolveu que seria interessante cobrar por isso.

Assim, a minha primeira experiência com psicólogo/terapeuta foi na escola, no primário, hoje ensino fundamental. Achavam que eu tinha algum problema pois não entendia matemática. Simplesmente não entrava na minha cabeça.
Além de ir na psicóloga fui em inúmeras aulas de reforço, estes talvez fossem os coaches da época.

Nem fazendo tanto esforço evitei de repetir de ano. Foi na sexta série, não sei qual é o equivalente hoje, sétimo ano? Foi péssimo, perdi contato com os “amigos” da sala de aula, apesar que ganhei novo coleguinhas e fui levando.

A gente pode dizer que em algum momento da vida tivemos algum fracasso, e é verdade. Não adianta ficar tapando o sol do desânimo com a peneira da animação. Não combina.

Há 2 anos estou numa situação profissional bastante ruim. Não tenho um emprego formal e o dinheiro simplesmente acabou. Tenho que fazer o que dá pra sobreviver. Me jogo nos freelances da vida, mas não é fácil não.

Algo que ainda me chama atenção é a quantidade de coach de alguma coisa que tem na internet. Especialmente esse ano notei um aumento das semanas mágicas e milagrosas que essas pessoas oferecem. Pra mim está insuportável ver isso.

Recentemente eu adicionei uma pessoa na minha rede de contatos, acho que foi do LinkedIn que quer muito ser minha coach. Tivemos uma conversa, sem compromisso, e eu até gostei da pessoa, porém não tem condição de fazer algo assim, já que a próxima fase é com compromi$$o. Não é barato mesmo com o impressionante desconto que eles dão.

O que me impressiona ainda é a motivação dela, ano passado mesmo eu tendo dado várias desculpas e a mais clara e direta: não tenho dinheiro, ela até parou um pouco mas começou o ano enviando mensagem que quer me ajudar. Gente se você quer me ajudar, nesse momento, preciso de dinheiro, apenas. Ela garante que com certas ferramentas posso aumentar o meu número de clientes e etc. mas, me desculpe se você é coach e está lendo isso, eu não acredito.

Todas essas fórmulas mágicas estão muito padronizadas atualmente. Não sei se por ter estudado um pouco sobre marketing de conteúdo eu vejo claramente uma estrutura muito igual nos anúncios. Chega a ser chato!

Sei que há exceções em tudo, mas como estou bastante impaciente com essas armadilhas eu quero mais é distância.

Às vezes eu até clico no “arraste aqui” do instagram só pra ver.. mas é tudo muito igual.

Como dizem os autores do livro acima, eu não preciso de cagação de regra eu preciso do fod*-se e um emprego por favor.

Escrita

Tenho reparado que a busca por redatores, até em sites de emprego é muito maior do que a busca por revisores.

Eu me inscrevi em um curso voltado para quem quer aprimorar as técnicas de escrita. Achei perfeito para mim.
Eu estava lembrando que escrevo diários desde os meus 10 anos de idade. Isso deve valer de alguma coisa.
Me lembrei disso outro dia.

Aliás o meu primeiro diário eu não sei onde está, mas lembro da capa, quem deu e uma das coisas que escrevi.
Aparentemente foi para isso que comecei a escrever, para não esquecer.

São coisas engraçadas de lembrar. A partir dos 11 anos e até recentemente eu escrevia muitos desabafos. Depois comecei a escrever por aqui, mas nunca achei que duraria tanto tempo. São mais de 11 anos por aqui, se não me engano. Então eu acho que posso até dizer que tenho certa experiência.

Uma vez me perguntaram por que eu não escrevia um livro sobre as lembranças da infância e outras peripécias que aprontávamos. Aí eu me pergunto, quem leria.

Foram tantas coisas divertidas nesse tempo todo. Eu até me propus a transcrever aqui algumas coisas aleatórias dos meus diários. Acho que fiz umas poucas vezes.

Se não me engano até um roteiro de “filme” escrevi na época da escola e foi filmado, fizemos até os comerciais. Pensa! Numa época que não tinha youtube ou celular! Vou contar mais sobre isso pois até tinha me esquecido!!

Retomarei em breve.

giphy

Mundo Bipolar

A difícil arte de estar nas redes sociais

É minha gente, a cada dia está mais difícil acompanhar os famosinhos das redes sociais, cada um quer aparecer mais que o outro, ser mais bonito e mais perfeito que o outro, mas no fundo, tem horas que dá pena, tanto dos famosinhos quanto de quem segue.

É incrível as pessoas acharem que pessoa X é boa mãe, porque posta foto abraçada com o filho. A outra, toda fitness, que só mostra coisas saudáveis chegando em casa mas vai saber se ela não sofre de bulimia, anorexia e tal.

E tem aqueles que ficam ostentando em hotéis, resorts e muita coisa legal mas no fundo eles ganham essas viagens, para os reles mortais morrerem de trabalhar para ir naqueles lugares de sonho.

É saudável, quando algum insta blogueiro motiva alterações em sua rotina. Isso é o digital influencer, influenciando a ser uma pessoa melhor.

Mas nem sempre é assim. A maioria só quer te vender algo… preste atenção!

Fiquei quase 2 semanas sem ver stories de gente que sigo, e o resultado foi: não consigo mais ouvir a voz de alguns… de verdade, pois soa muito falso, e sim, a maioria só quer vender algo.

Estou prezando mais por saúde mental, pois se você for seguir o que os influenciadores fitness, por exemplo, estão pregando… você fica louco, de verdade. Toda hora é uma coisa que faz mal, ou que faz bem, mas antes fazia mal, agora faz bem..

giphy1

 

É isso.

#confusa #louca #redesocial

Polishop

Quero expor aqui alguns casos que estão acontecendo comigo.

Desde fevereiro estou desempregada, e nesse tempo que você fica um pouco mais ocioso, acha que tudo o que novidade é bom. Nem sempre né.. mas vamos lá!

Eu já estava seguindo e me cadastrando em desafios para emagrecer, promovidos por uma coach. Já seguia no instagram e achava legal, achava que motivava e tal, mas quando eu assistia a alguns vídeos com conteúdos relevantes, a metade do vídeo era a coach mostrando depoimentos das pessoas que ela ajudou. Não estou questionando se ela realmente ajuda ou não, mas sim acho que as vezes esses coaches usam um método, que eles aprendem, para te fazer sentir um lixo humano.

Não é só nesse caso acima que eu vi o tal método para te fazer sentir como um estranho, uma pessoa chata, ultrapassada que não quer ser feliz, que não quer mudar.

Tipo, começa assim: cadastre-se agora e receba o super kit gratuito de tal coisa, o kit pode ser vídeo, ebook e não sei mais o que.

Começou com o negócio de emagrecer, aí veio um de organização, foi aqui que começei a desconfiar, já que alguns textos de email eram meio parecidos.

Depois, provávelmente por eu ter clicado nos anúncios do Instagram sobre os assuntos acima, recebi um que eu achei o assunto pertinente, tradução para dublagem. Fantástico, pois já que eu não estava achando nada na minha área quem sabe, saber mais sobre o assunto não custaria nada. Mas então, claro que custa, você assiste a alguns vídeos gratuitos e interessantes aí normalmente são 3 ou 4 vídeos de graça e no fim vem o custo do curso. Sim tudo isso são cursos. Por mais relevantes que sejam, não é todo mundo que está podendo investir.. sinceramente, acho que sou uma dessas pessoas.. mas posso estar errada.

No facebook tem um cara que fala que se você fizer o curso dele você saberá como arrumar um emprego dos sonhos, de forma simples, sem passar por sites de vagas. Algumas colocações dele realmente fazem sentido, mas não acho que quem está desempregado vá investir $$ em curso. Quero dizer, em cursos que valem a pena, eu acredito que sim, mas sinceramente não sei. Posso estar sendo injusta e arcaica, mas é o que eu penso no momento, realmente eu posso vir a mudar esse pensamento.

Vi esses dias um cara anunciando um curso para ser coach de sono, e o cara afirma que ganhava 100.000,00 por mês, gente… Fui ver agora no google e tem outros especialistas em sono. Eu não sei o que está acontecendo nesse mundo..

Até no linkedIN você encontrará vários experts em tudo mas se você não estiver pronto para mudar de vida, você pode assistir aos vídeos até um pouco antes de vir com as formas de pagamento, para vídeos mais avançados.

Sinceramente está complicado.

Na minha opinião está… mas também posso estar enganada

giphy